Motivacional -

Mapas mentais, concursos públicos e Eu

A primeira vez que eu ouvi falar em mapas mentais foi no ano 2000, folheando uma agenda da tilibra (nem lembro de quem era). No final, tinha uma dicas de estudo e falava dos tais mapas mentais, tinha até um desenho como exemplo. Fiz os meus primeiros mapas para últimas prova da faculdade. Todo mundo mangava, diziam que parecei uma aranha, mas me ajudaram muito na hora da prova. No ano seguinte, comecei a estudar para concursos. O primeiro que fiz 'de verdade' foi para fiscal do município de Natal. Mapei quase toda parte legislação. Com direito tributário tive mais sorte, estava estudando pelo livro do Claúdio Borba. Como ele usa muito esquema e desenho nas explicações, então ficava bem mais fácil passar para o mapa. Esse meus mapas de direito tributário eu tenho até hoje, ele ficaram tão bons, que eu só comecei refazê-los com software quando ficaram desatualizados. Neste concurso, fiquei em 30o., mas não acertei NADA de contabilidade. Pois bem, logo que vi o resultado da prova de ISS-Natal, fui a uma livraria e comprei um monte de livro de concursos: Contabiliddade para concurso, Direitos Adm|Consti para concurso, Português para Concurso e....."Como passar em provas e concurso", de Willian Douglas. Esse último eu li em um fim de semana, tudo bem que eu pulei toooda aquela a parte de concursos jurídicos. Achei as dicas de como montar horários, e nas técnicas de estudo ele também fala dos mapas mentais. A partir daí, comecei a levar os mapas mais a sério como forma de estudo. Na verdade comecei a me divertir mais estudando, desenhar e pintar nos mapas faziam as horas de estudo ficaram mais amenas. No final de 2001 começaram os boatos sobre o concurso para ICMS-RN. Então eu entrei no cursinho e continuei fazendo os mapas. No começo de 2002 saiu o edital do ICMS-AL, um dos cargos tinha prova específica para área de informática. Resolvi me inscrever, pois seria um teste para o ICMS-RN. Fiz a prova muito tranquila, não a menor intenção de passar. O examinado era Cesp (uma errada anula uma certa), então só fiz exatamente o que sabia. Disciplinas que eu não tinha estudado com economia e matemática financeira, eu nem li as questões. Resultado, aproveitei praticamente tudo que eu respondi e passei! Como eu já disse, eu realmente não tinha a inteção de sair de Natal, então depois de algumas semanas de semana de dúvidas e angústias sobre assumir ou não, resolvi vir para Maceió com compromisso de continuar estudando para voltar Natal. Uns 6 meses depois que já estava morando em Maceió, fui chamada para Analista da Petrobrás, concurso que nem lembrava mais de ter feito. Fazer mapas mentais no papel era legal, acho até que fixa mais. Porém, muitas vezes quando eu estava fazendo um mapa, descobria que uma informação era melhor que ficasse em outro galho e não onde eu coloquei incialemente. Ás vezes acontecia também da informação está desatualizada e aquele mapa boninho, coloridinho, cheio de desenhos lindos fica meio sem sentido. Agora com mais tempo, internet a vontade, recomecei os estudos procurando um software para mentais. Instalei vários para testar, embora na época não tivesse tantos quanto hoje. Escolhi o MindManager (www.mindjet.com) por fácil de usar e fácil inserir imagens. Software escolhido, agora catar imagens clipart para substituir os desenhos dos conceitos. Isso é um capítulo a parte: eu passava horas procurando imagens. Quando queria fazer um intervalo nos estudos, lá ia eu procurar (e baixar) cliparts. Hoje minha pasta "Imagens Mind Maps" tem 3,8G. E mais alguns gigas de fontes decoradas que eu uso para fazer meu próprios ícones. Com o software de mapa mental, quando um mapa fica muito grande, eu copio+colo e transformo em dois. Ou se uma explicação melhor pode adicionada ao mapa e atualizo e reimprimo. Simples assim! Como isso minha "produção" de mapas mentais aumentou significativamente, já tenho mais 1000. Meu mapas hoje são minha referência de estudos. Se eu estudo um livro e tem uma informação importante: atualizo (ou crio) o respctivo mapa. Quando faço questões de outras provas: atualizo os mapas. Assisto uma aula e dado algum assunto que novo: atualizo meus mapas. Com o tempo, eles vão acumulando o que eu estudei. Para mim, essa é maior vantagem. Resolvi criar este blog e disponibilizar meus mapas para que outras pessoas sintam estimuladas a criar os seus próprios. Mas se não der tempo fazer de todas as matérias que vc precisa antes da sua próxima prova e quiser usar um dos meus para ajudar a chutar melhor, sintam-se a vontade. Ah! E se tiver alguma informação importante faltando, errada ou desatualizada em algum dos mapas, por favor me avise. Sucesso para todos nós!

Deixe um comentário

Os comentários devem ser aprovados antes de serem publicados